Agata Dziarma

Letra de Bipolar

de Agata Dziarma

Tem vez que quero que você me pegue
Mas outra eu quero que você me solte
Não sei se quero ter você por perto
Não sei se é azar ou se é sorte

Não sei me acostumo com seu jeito
Mas admiro o jeito de olhar
Não sei se você vai se acostumar
Com meu jeito bipolar

Tô querendo e depois não quero mais
Tô querendo e depois não quero mais
Tô querendo e depois não quero mais
Não quero mais

Tô querendo e depois não quero mais
Tô querendo e depois não quero mais
Tô querendo e depois não quero mais
Não quero mais

Ela pediu, e já sentiu, apareci, viu?
Ela gostou, mas tá de caô, não vai assumir, demorou
Ela é maluca,mas eu gosto dela
Fico imaginando meu rolê com ela
Eu tô ficando maluco no jeito de olhar
Eu não paro de pensar

Tô querendo e depois não quero mais
Tô querendo e depois não quero mais
Tô querendo e depois não quero mais
Não quero mais

Tô querendo e depois não quero mais
Tô querendo e depois não quero mais
Tô querendo e depois não quero mais
Não quero mais

Ele pediu, e já sentiu, apareci, viu?
Ele gostou, mas tá de caô, não vai assumir, demorou
Ela é maluca,mas eu gosto dela
Fico imaginando meu rolê com ela
Eu tô ficando maluco no jeito de olhar
Eu não paro de pensar

Tô querendo e depois não quero mais
Tô querendo e depois não quero mais
Tô querendo e depois não quero mais
Não quero mais

Tô querendo e depois não quero mais
Tô querendo e depois não quero mais
Tô querendo e depois não quero mais
Não quero mais
Buscar Letras:
Más de Agata Dziarma:

Letras de artistas por orden alfabético: